Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavras não ditas

 

Tu dizes para ti mesma (eu consigo),

e repetes todos os dias.

E tu achas que consegues.

Mas a verdade é que não consegues.

Quando ele te toca, tu não consegues.

Não há como conseguir.

Vá, repete mais uma vez.

Mas entretanto sais de manhã com um beijinho de despedida

e com a esperança de que não fique nada no pensamento,

quando a verdade é que a única coisa que te ficou no pensamento o resto do dia,

foi ele.

Ele e aquele beijinho.

Ele e aquela noite.

Ele e aquele dia.

Ele.

Julieta

 

[ Estas palavras foram escritas quando a coragem nos faltava. Quando (ainda) não somos capazes de admitir aquilo que sentimos. Ainda bem que nós os dois fomos. Não é preciso mais guardar este amor ]

4 comentários

Diz-me alguma coisa