Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tempo de sarar

47832063-80DF-41E7-AA27-898B498C8ECE.jpeg

 

Agora parece-te difícil dizer adeus,
Enquanto sofres tanto,
Sei que te parece um castigo de Deus,
Mas por agora não vai passar, te garanto.

 

As feridas demoram tempo,
Não penses que é um passatempo,
Respira fundo as vezes que forem precisas,
Um dia as pontas estarão lisas,
E quando ollhares para trás,
Vais perceber que foi só um contratempo.

 

Quando vires com toda a tua atenção,
Os bordos estão limpos e prestes a fechar,
Não penses que é de um dia para o outro,
Vais sentir durante algum tempo latejar,
Mas quando deres por ti, pelo tempo passar,
Não terás tanto com que te preocupar.

 

Fecha os olhos, descansa o tempo que for preciso,
Quando os abrires, terás à tua frente o paraíso.
Não tenhas medo de sentir saudades,
Nem de interiorizar essas verdades.
Limpa a alma, limpa a ferida, e limpa as mãos,
Não te enganes, porque a felicidade não é só dos mais sãos.

 

Deixa-me que te diga,
Demora-te tempo,
Demora-te vida,
Demora-te amigos,
Demora-te família,
Demora-te muito,
Demora-te o que for preciso,
Demora-te juízo,
Só não te demores muito nesse sorriso.

 

Julieta

8 comentários

Diz-me alguma coisa